Brainstorm dor?

É tarde e eu estou sentado aqui em frente ao computador com o editor de texto aberto, penso em muitas coisas e talvez por isso eu não consiga dormir... A quem estou enganando? Sei que é exatamente por isso!

Enquanto estou aqui sentando preso em meus devaneios sinto a dor nas minhas contas, essa mesmo que entrou 2014 comigo e ainda teima em não me largar... Penso no quanto esta dor tem me afetado, mas penso mais em quantas outras dores não existem no mundo, dores fortes que atacam o físico e a alma... E ai penso no quanto sou sortudo por estar sentido “apenas” essa dor, mas aí ela responde com mais uma “pontada”.

Quantas e quantas pessoas sofrem realmente de verdade? E quantas pessoas passam mais tempo sofrendo por coisas bobas do que vivendo? Seria interessante saber...

Aí quem conseguiu ler até aqui (parabéns você merece um prêmio, mas não espere que eu vá te dar um) deve estar pensando: “Mas o que ele quer dizer com isso tudo?” (Aê... Pensou bonito!). E eu não vou responder... Porque eu não sei mesmo!

Sei que está tarde e eu estou novamente escrevendo uma crônica da série Brainstorm e isso é algo bom, mesmo que o texto seja ruim!

Ok coluna, ok! Vou ir deitar e te deixar em paz, mas deixo uma pergunta que norteia meus pensamentos nesse momento: “Será que minha dor é tão grande assim?”

Abraços... Fui!
www.fabioheinen.com.br
www.youtube.com/poetaheinen

P.S- Texto da série “Brainstorm” onde escrevo o que vem na cabeça e sem correções. Apenas minha loucura no “papel”