Pobreza


Ando pelas ruas à noite
vejo as pessoas dormindo no chão,
todas esperando
um pouco de compaixão.

Ando pelas ruas
vejo pessoas no bar,
bebendo até cair
querem se matar.

A pobreza é nossa culpa
não adianta negar,
então não vamos ficar parados,
vamos ajudar.

Ando pelas ruas
alheio a qualquer lugar,
as pessoas sofrem nuas
nesse frio de congelar.

Não sei o que estou fazendo
continuo sem parar,
mesmo vendo tanta gente sofrendo

não paro para lhes ajudar.


(Fábio Heinen)